Produção de leite em Santa Catarina teve redução em abril

Produção de leite em Santa Catarina teve redução em abril

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Rate this article:
No rating

A produção de leite em Santa Catarina está na entressafra. Segundo estimativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Cepa), o volume de leite captado pela indústria catarinense em abril deste ano foi de 147,9 milhões de litros. Isso corresponde a um volume 17% abaixo do pico da produção, que ocorreu em janeiro.

De acordo com o analista de mercado da Epagri-Cepa Francisco Heiden, esta redução da produção é normal nesta época do ano e ocorre devido à perda de qualidade da pastagem. "Neste ano, excepcionalmente, a degradação da pastagem de verão foi mais severa pela forte estiagem que ocorreu mais intensamente na região oeste, principal bacia leiteira do Estado. Apesar disso, a captação estimada para os quatro primeiros meses de 2012 é bem superior à captação do mesmo período de 2011 e o aumento poderá chegar a 20%", afirmou.
Este crescimento se explica principalmente por dois fatores. Primeiro pela tecnologia utilizada na implantação e manejo das pastagens que, de modo geral, tem ganhado importância na gestão da propriedade. Atualmente a tecnologia está sendo constantemente aperfeiçoada e cada vez mais é adotada pelos produtores catarinenses. O segundo fator é a complementação das vacas com alimentos concentrados.

Produção Nacional

Em nível de Brasil, no entanto, o crescimento da produção no primeiro quadrimestre de 2012 é muito menor do que ocorreu em Santa Catarina. Se o comportamento da produção nacional, neste período, for semelhante ao que aconteceu em 2011, estima-se que o crescimento médio deverá situar-se próximo de 3%.

Em Santa Catarina, o preço do litro de leite pago ao produtor, no mês de abril/2012, variam de R$0,63 e R$0,93/litro, com a média do preço mais comum fechando em R$0,77 por litro.
Segundo o levantamento da Epagri/Cepa, a tendência para os próximos meses é de estabilidade dos preços, mas com possibilidade de pequenos aumentos, dependendo do comportamento da produção no sudeste e centro oeste brasileiro, cuja retomada do crescimento da produção acontece geralmente a partir de junho. Porém, não existe consenso entre os compradores catarinenses.

Fonte: Economia SC

Number of views (5)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Suínos

Bovínos

Frango/Ovo

Leite e Derivados

Carne e Derivados

Madeira Cavaco

Mercado Financeiro

Cotação (máx)
R$ 0,91
LeiteCru/SC *
R$ 0,95
LeiteCru/RS *
R$ 0,97
LeiteCru/PR *
R$ 0,98
LeiteCru/GO *
R$ 0,99
LeiteCru/MG *
R$ 1,03
LeiteCru/SP *
R$ 1,08
LeiteCru/BA *
R$ 53,49
Soja/RS
R$ 54,50
Soja/PR
R$ 55,50
Soja/SC
R$ 23,83
Milho/PR
R$ 24,66
Milho/RS
R$ 26,50
Milho/SC

http://www.grupoagro.com.br http://www.suino.com.br http://www.agrocotacoes.com.br http://www.setoravicola.com.br http://www.cavoca.com.br http://www.safracheia.com.br http://www.sitedacarne.com.br http://www.agrocom.com.br http://www.oleite.com.br http://www.boipesado.com.br http://www.petbacana.com.br